Pages

sexta-feira, 23 de julho de 2010

riru

Olá queridos compatriotas arrobóticos. Como estão vocês ?

Aqui é a Tainara, AAAAAAAAAAAEAEAEAE, ATÉ QUE ENFIM, VOLTEI NÉ. ABRASSS. (não coloquei @tai_qq porque acho que Tainara passa mais autoridade. Mas se quiser seguir no twitter, já sabe que é @tai_qq né q risos). Vou explicar pra vocês minha ausência porque sou legal não tenho mais o que falar. Minha querida mãe mora no RJ, e eu moro numa cidade pacata e tranquila chamada Teresópolis. Então, sempre que eu tenho um tempo livre e minha mãe tá de folga, eu vou pra um inferno chamado RJ. Não é que eu não goste de lá, eu não gosto do meu padrasto, do calor from hell que faz lá mesmo no inverno, não gosto de ficar sem computador, falei Q. Mas então, aí, terça feira minha mãe foi trabalhar, e eu, pra não ficar sozinha em casa ~porque tenho medo qnn~ fui pro shopping junto com ela, e fiquei por lá né. Até que eu tive a grande ideia de ir pra Saraiva (pra quem não sabe, Saraiva é uma livraria muito diva e gigante) e fiquei lendo livros de graça, IARSIARSIARISARSIRA sou malandra neguin. Foi aí que eu percebi uma coisa: NÃO TEM LUGAR MAIS LEGAL QUE UMA LIVRARIA MANOLOS. Sério. Porque tipo, as pessoas não olham pra sua cara DIRETO, elas olham pro livro que você tá na mão. Sou uma filósofa mesmo, essa frase ainda será dita por milhões, acreditem. Mas eu como sou malandra, percebi que uma livraria é um lugar de diversidade. Tem muita gente esquisita por lá. Vamos ver.

Críticos de capa – Aqueles que ficam horas decidindo qual livro vai comprar/ler de graça/whatever, e você acha que eles tão lendo a sinopse né ? Mas não. Essas pessoas tão olhando a capa, observando se tem glitter o bastante qn, e vendo se tem aquele treco de marcar página. The primente. Mas pensando bem, esse negócio de que não se julga livro pela capa é tão last week qnst





Pobres de $$, ricos de cultura – IRAIARARAIAR SOU EU MANOLOS. Aqueles que vão pra livraria pra ler livros de graça, ficam lá a tarde toda, e não compram nada. Não é culpa da gente, é culpa dessa sociedade capitalista. Mas eu pelo menos comprei um caderninho. Sou fofa.


Gente que vai fazer trabalho – olha, eu não sei se se acha desse tipo em todo lugar. Mas eu juro que eu vi uma moça pedindo um livro de direito. Ai ela sentou no chão, e começou a escrever. No laptop, no caderninho, em tudo. Aí ela devolveu o livro e foi embora. Acho que ela confundiu a livraria com um biblioteca municipal, vêsepode.
Não vou comprar livro nenhum quando for fazer faculdade, vou pra livraria, IARIARARAIA







Babás – Pobres coitadas que tem que usar branco e ler historinhas. Elas podem ser irritantes quando começam a ler alto pras remelentas criancinhas, mas fazer o que, elas tão fazendo uma coisa boa. Estão lendo pras crianças. Crianças são o futuro da nossa nação. Mesmo que essas crianças não estejam nem um pouco interessadas em ler, elas tão interessadas é nos Backyardigans, to falando sério, foi só colocarem a porra do DVD deles que as crianças saíram correndo numa velocidade que dá inveja a Rubinho Barrichelo. E as pobres babás foram atrás. E dançaram a música da abertura. Eu pelo menos não fui uma criança assim. Sorte de hoje : Você não é uma babá.

Arroz – esse é o tipo de gente que nem sabe que tá na livraria, no puteiro, sei lá aonde. Tá ali pra arroizar mesmo. ( Dicionário : arroizar = paquerar; fogo no rabo; ato de querer dar o koo pra um desconhecido). Pois é amigos. Numa livraria, lugar de cultura –t, tem gente que vai pra ARROIZAR. Sim. Eu reparei que existem sub-categorias nessa categoria. Tem gente:

1) que arroiza o coitado do cara que fica arrumando os livros, perguntando a todo instante : “ EM QUE SEÇÃO O LIVRO TAL ? ME LEVA LÁ ? RSRSRSRS”

2) que arroiza quem tá lá mesmo, tipo, QUEM TÁ LÁ EM PAZ QUERENDO LER DE GRAÇA. Fim dos tempos.

Caprichetes – Adolescentes que ficam só na parte de revistas lendo a Capricho de graça, e arrancando a página do Caio Castro pra levar pra casa. KIABSURDO. essa porcaria dessa linha ficou embaixo dessa parte, não sei porque. eu copiava do word, e vinha assim '-' kimerda. Q relevem


Com essa categoria muito digna, encerro esse post.

~ MUDO DE ASSUNTO RÁPIDO, SE LIGA MANÉ~

Eu apoio total a campanha do Politicamente Corretos. #FaçaUmBlogueiroFeliz :DD Claro que o blog deles não se compara ao meu né, eles em 490 VISITAS POR DIA. Nosso querido blog não deve chegar a isso nem em um mês né. Mas enfim, PODE CHEGAR UM DIA, NÃO ? Ajude a divulgar. Como ? Se você tiver twínter, poste o link do blog, pode ser sozinho mesmo, q. Indique pros seus amigos. Indique em comunidades.

Mas aí, você vem e me pergunta : MAS O BLOG É SEU, O QUE EU TENHO A VER COM ISSO ?

Nada. Mas eu estou pedindo. Por favor.

E tem postagem que não chega nem a 5 comentários, e eu sei que mais gente lê D: Então, comenta pelo menos um ‘eu li’ qnst, pra eu saber que você leu, porque sem comentários eu e a Let ficamos the primidas e achamos que ninguém lê esse dewo blog. Custa nada né ? Nem aqueles códigos de confirmação tem, vejam como sou legal, AIRSIARSIARSIARSIA

Arrobas Coloridas, a gente se vê por aqui.

Adeus.

7 comentários:

Aline Rojas disse...

Nossa, que blog hein?!!!

Adorei.... muito interessante esse texto!

Ralmente as pessoas julgam o livro pela capa... me raxei de rir com trexos... Bjos! Parabéns pela bela escrita!

manu magrini ;) disse...

dá onde vocs tiraram o termo ' arroizar' ? oO
UHASDUSAHD
amei o post \o

James Rocha disse...

"arroizar" hã? kkkkk.
As pessoas deveriam ter a educação suficiente para deixar um comentário em casa post lido, é meio que uma forma de agradecer!

http://questaoderaciocinio.blogspot.com/

Laura , disse...

raxei :'D

Jully disse...

cuurti, amoo livrarias (principalmente a Saraiva) e já encontrei a maioria dessas pessoinhas !

Hamma Hama disse...

eu li.
haha, adorei.
amo livrarias *-* meu sonho é ter uma :D - @dudinha_k

@vannessa_sg disse...

ri muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito. USHUFHDAUUDSHAFUASDHFUSDHUFHDSUAF

já fui uma caprichete D: