Pages

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Monster (?)


Hoje eu conheci uma menina. Uma menina, esquisita. Talvez ela seja antipática. Ela é chata e seus melhores amigos, não estão perto dela. Na verdade, ela só tem pessoas com quem conversa por perto. Seus melhores amigos, estão longe. Ela parece ter SE AFASTE tatuado no meio da testa, porque ninguém parece se interessar em se aproximar dessa menina.

Ela tenta ser legal, mas não rola. Ela tenta ser boazinha, mas mesmo assim, as vezes, magoa as pessoas. Ela está cansada de todos ao seu redor, e acha que nasceu no lugar errado.

Ela parece meio que ... um monstro ‘-‘ Um monstro idiota e lesado, que não aprendeu a lidar com seus sentimentos de monstro, porém as vezes age como um monstro. The primente.

Outro dia, eu li num blog que nós paramos de procurar monstros embaixo da cama quando descobrimos que eles estão em nós mesmos. E isso faz todo sentido.

Pra quem não entendeu, o monstro é a pseudo escritora que vos fala, que promete fazer algo melhor pro próximo post

7 comentários:

luiz scalercio disse...

bellissimo texto
gostei muito
prbns pelo seu blog
sucesso.

catrak disse...

Ola beleza? vi seu blog em uma comunidade achei bem legal, mas tipo
tenho uma dica para tu da um Up nele,passa ele para um
dominio profissional gratis, tipo o google indexa mais rapido e vc ganha
bem mais visitas alem de parcerias e dinheiro si for o caso. Tem suporto a CNAME, MX entre outros é bem profissa mesmo

Aqui neste forum tem varios tutoriais olha ai:

Dominio Profissional Gratis

Tem também uma Video aula:

Video Aula Dominio Profissional Gratis

Espero que ajude..
Até mais

Luna disse...

Monstro?
Monstros costumam serem criaturas tão grotescas e assustadoras que afastam qualquer chance e, por serem sozinhos, odeiam pessoas.

Você é assim?

Todos tem uma fase monstro...

P.S.: sou Luna, da equipe Desch. Sim, vi sua divulgação lá. E meio que conhecia seu blog, ele me faz lembrar o tiopes de alguns amigos meus, rs.

BetadiZ disse...

Amoree,adorei!!tipo vc émt inspiradora,prbs continue assim,se blog fosse matéria de colegio vc iriam ser 1000!bjux

Tainara disse...

luiz scalercio -obrigada, que bom que gostou, hehe :D
catrak - obrigada pela dica :D
Luna - hehe, todos tem uma fase monstro. meu 'monstro' as vezes, aparece, assim, do nada. Mas acho, que estou ficando craque em manter esse monstro preso. Eu acho, rs
Ah, adoro o blog de vocês *-* AUSHAUSHAUSA, tento escrever direitinho, tipo você, mas não consigo QQQQ

BetadiZ: que bom que gostou *-* obrigada, aaaah, que isso Q

beijos para todos q ;*

Arom disse...

O que dizer sobre a severa auto análise poética de uma menina que parece ter um histórico com problemas de auto estima?
Heh, eu estou zoando, claro.

Sinceramente, eu discordei de basicamente tudo nesse post.
Não me entenda mal, por favor, eu gostei dele, está bem escrito como sempre, mas minha opinião difere violentamente.

Eu não vou dizer que só porque algumas pessoas já passaram por coisas piores, você não deveria se sentir frustrada com seus problemas. Não vou dizer que só porque outras pessoas não reclamam, você não deveria reclamar.

Peço perdão a você, Tai, mas creio que você tenha entendido erroneamente o autor que você parafraseou.
"Nós paramos de procurar monstros embaixo da cama quando descobrimos que eles estão em nós mesmos"
Claro, a frase soa bem e pode parecer fazer sentido se você realmente tem medo dos monstros que VOCÊ criou. Perdão, mas quando leio esse post, a primeira e única palavra que me vem à cabeça é "insegurança".

Talvez eu não simpatize com a ideia de me martirizar por ter um monstro dentro de mim, sabendo que todas as pessoas têm monstros dentro delas também.
Todos temos "demônios" dentro de nós, sejam eles medos, memórias ruins, preconceitos. Só não acho certo (ou maduro) culpar esses demônios por qualquer problema que tenhamos.

No caso de nossa personagem FICTÍCIA (claro), achas mesmo que o culpado pela "exclusão" dela é o "monstro" que ela representa? Não achas que todos se sentiriam do mesmo jeito então, visto que todos têm monstros dentro de si? Mas não se sentem.

Mesmo escondendo nossos demônios, monstros, DEFEITOS, ou como quiser chamá-los, eles ainda nos afligem. Claro que isso não é motivo para nos escondermos atrás deles, alegando que esses estígmas que nós mesmos criamos são os culpados por tudo.

Heh, eu desisto. Não sei expressar muito bem minha opinião quando concordo, imagine a dificuldade que tenho em tentar dizer o que penso agora, hauahuahuahuahuhau.

Bem, gostei bastante do post, como sempre. Bem escrito, de uma forma envolvente, séria, realmente muito bom. De fato, esse foi um dos posts que mais me fizeram pensar, provavelmente pelo fato de eu ir diretamente de encontro à sua opinião aqui.

Parabéns, Tai, você detona.
Peço desculpas caso eu tenha, de alguma forma, parecido ofensivo.
=D

TeenTação disse...

Galera tô passando pra dar um OI e pra dizer que o blog teentação está com uma idéia maluca...a campanha “JERRI dá um pouco de ateenção para as garotas do teentação”!...PRECISAMOS MUUUITO DA SUA AJUDA...passa lá no blog para dizer se vai entrar nessa loucura com a gente ta?comenta no post...NEW QUADRO

Vamos tentar chamar a ateenção do colunista mais renomado do país, para que ele estréie um quadro chamado “reporteen por um dia”, onde adoraríamos vê-lo nos mostrando como é o dia de um colunista bem requisitado. Através de um vídeo gravado por ele msm...legal NE?
tô te seguindo...Bjim